sábado, 27 de fevereiro de 2010

DESVENDANDO MISTÉRIO DA PAIXÃO: olhar de criança

DESVENDANDO MISTÉRIO DA PAIXÃO: olhar de criança

DESVENDANDO MISTÉRIO DA PAIXÃO: navio da vida

DESVENDANDO MISTÉRIO DA PAIXÃO: navio da vida

DESVENDANDO MISTÉRIO DA PAIXÃO: SOM DOS ANJOS

DESVENDANDO MISTÉRIO DA PAIXÃO: SOM DOS ANJOS

DESVENDANDO MISTÉRIO DA PAIXÃO: RAZÃO DE VIVER

DESVENDANDO MISTÉRIO DA PAIXÃO: RAZÃO DE VIVER

DESVENDANDO MISTÉRIO DA PAIXÃO: aflição de um apaixonado

DESVENDANDO MISTÉRIO DA PAIXÃO: aflição de um apaixonado

DESVENDANDO MISTÉRIO DA PAIXÃO: DIREITO DE AMAR

DESVENDANDO MISTÉRIO DA PAIXÃO: DIREITO DE AMAR

DESVENDANDO MISTÉRIO DA PAIXÃO: FOGO DA PAIXÃO

DESVENDANDO MISTÉRIO DA PAIXÃO: FOGO DA PAIXÃO

DESVENDANDO MISTÉRIO DA PAIXÃO: ANJO CONSOLADOR

DESVENDANDO MISTÉRIO DA PAIXÃO: ANJO CONSOLADOR

DESVENDANDO MISTÉRIO DA PAIXÃO: DESEJO DA PAIXÃO

DESVENDANDO MISTÉRIO DA PAIXÃO: DESEJO DA PAIXÃO

DESVENDANDO MISTÉRIO DA PAIXÃO: ETERNA PAIXÃO

DESVENDANDO MISTÉRIO DA PAIXÃO: ETERNA PAIXÃO

DESVENDANDO MISTÉRIO DA PAIXÃO: A VIDA É SIM BÉLA

DESVENDANDO MISTÉRIO DA PAIXÃO: A VIDA É SIM BÉLA

DESVENDANDO MISTÉRIO DA PAIXÃO: AUSENTE PAIXÃO

DESVENDANDO MISTÉRIO DA PAIXÃO: AUSENTE PAIXÃO

DESVENDANDO MISTÉRIO DA PAIXÃO: sonhos de poesias num papel

DESVENDANDO MISTÉRIO DA PAIXÃO: sonhos de poesias num papel

DESVENDANDO MISTÉRIO DA PAIXÃO: balança da vida

DESVENDANDO MISTÉRIO DA PAIXÃO: balança da vida

DESVENDANDO MISTÉRIO DA PAIXÃO: SOM DOS ANJOS

DESVENDANDO MISTÉRIO DA PAIXÃO: SOM DOS ANJOS

DESVENDANDO MISTÉRIO DA PAIXÃO: BENÇAO DE DEUS EM UM CORAÇÃO SOFRIDO

DESVENDANDO MISTÉRIO DA PAIXÃO: BENÇAO DE DEUS EM UM CORAÇÃO SOFRIDO

SAUDADE


SAUDADE

Vontade, louca de querer ver.
Um alguém que já, não será capaz.
Poderia eu, a ansiedade controlar?
Ah, não vai adiantar!
No, fundo do peito, sentindo um vazio, e estranha solidão.
A mente de tanto pensar, invade meu coração.
Enviando o sentimento, para os olhos.
E, fazendo derramar.
Uma lágrima, de triste afrição.

BENÇAO DE DEUS EM UM CORAÇÃO SOFRIDO


BENÇÃO DE DEUS EM UM CORAÇÃO SOFRIDO
Poder este oculto.
Porem vindo, lá do fundo!
Quando, pedindo, de coração.
Surgindo, porem a compaixão!
De um anjo, que já a esperava...
Muito, tempo para estender, a sua mão.
Quando, surgira o fenômeno da benção de Deus.
Mandar, seu espírito santo!
Repousar, em um corpo que já fora abençoado, naquele instante.
Porem comum.
Páscoa era uma data que era homenageada tão somente para homenagear um ser esculpido pelo próprio ser humano, mas quando se tornou abençoada...
Quando nosso poderoso amigo e Pai Deus entristecido com a humanidade, envio teu filho eterno santo Jesus!Para sofrer e pagar por nossos pecados estes de teus filhos terrenos e no terceiro dia ele teu filho amado Jesus se ressuscitou dia este do dia da páscoa se tornando dia diguino da benção de Deus e reconciliação ao mundo

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

ilusão do coração


CORAÇÃO ILUDIDO


Bateu-me uma tristeza
Tristeza, esta, de ter a certeza!
De que eu pensava ser naquele instante
Já, não era verdade!
Tudo seria ilusão, ilusão total, de meu coração.
O caminho que segui para chegar a ti, meu amor!
Pensei ser, curto.
Quando, por um flerte se tornara comprido.
Meu coração chega a doer.
Pois, está muito impossivel, sonhar com voçê!
Mas, ao mesmo tempo, a alma implora por voçê.
Por que a vida é assim!
Estando, nós em vidas presentes.
Mas, em mundos, tão diferentes.
Descobrindo eu, que se privas de mim.
Por preconceitos de outros
Será este teu defeito?
Pois, saibas minha paixão:
Que, quando Deus colocou teu filho, na terra.
E, quis que ele fosse uma pessoa.
A, qual, passasse por todo tipo de preconceito.
Quando, na verdade, ele não tinha nenhum, defeito.
Sendo, então uma lição.
Para, toda nossa nação.

sonhos


SONHOS

Estando eu lá me deparando, com a realidade da vida!
Foram se embora, sonhos e fantasias.
A hipocrisia, então me dominará.
Sem saber, se de novo ou não.
Vou encontrar aquilo, que deixei para lá.
Vazio, então comigo está,
Solidão a me acompanhar
Tenho que de novo resgatar
Meus sonhos para poder, novamente me, alegrar.
É a vida é feita de sonhos!
E pra que não sonhar.

olhar de criança


OLHAR DE CRIANÇA

No olhar profundo, de uma criança.
Chego a imaginar a esperança.
De uma nação, tão profana.
Tendo um coração, infiltrado no peito.
Sempre enganando tua mente
Coração este que quando solitário
Às vezes consiente
Quando outro está, presente.
Vive contente,
É como olhar para o céu, ao cair da tarde.
E apreciar o sol poente
Se ao menos, o olhar desta criança, tocasse no coração.
Desta humanidade
Que com tanta vaidade
Sem ter ao menos a certeza, que a verdade.
O seu fim chegara e o mistério da morte, jamais achara.
E só o verdadeiro amor
De Deus prevalecerá.

balança da vida


BALANÇA DA VIDA


Inocente criança, imaginado o mundo.
Como se, fosse uma balança.
Balança ésta que com o passar do tempo
Mais alto a criança há de estar
Mente então se abrirá.
E, os sonhos e castelos de fantasias.
De teu mundo de balança
Com, éla já não vai mais estar!
Abra os olhos sim, criança.
Nunca, caia desta balança.
Balance, sempre, sempre bem alto.
Mas, nunca deixe que o tempo.
A, tire de cima desta balança.
Por que quero, que saiba, que o mundo.
Longe, dela é real.
Mas, para conquistar seus sonhos e ideais.
Nunca, saia, de cima desta balança.
Leve contigo sempre, um pouco desta criança.
Vá, vá longe, vá com força e determinação.
Para, que um dia olhe para trás, e diga:
Fui, longe, muito longe!
Mas, jamais caí, de cima de minha balança.
Por que, todos nós para termos um mundo, melhor.
Temos que levar conosco, um pouco de criança.
Para, jamais deixar o mundo nos tirar.
De cima desta balança.

sonhos de poesias num papel


SONHOS DE POESIAS NUM PAPEL

Realizando as palavras, de um sonho.
De poesias escritas, num papel.
Chego a me sentir, no céu.
Deixando-me uma estranha, dúvida cruel.
De que a qualquer, momento.
Posso descer deste céu
Restando-me apenas, escrever neste papel.
As pequenas linhas, de um sonho de poesias.
Que me levará de novo, subir ao céu.
Realizando, com as magias das letras.
Saírem do papel
Sem mais ter, dúvida cruel.

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

AUSENTE PAIXÃO


AUSENTE PAIXÃO


Ao decair da tarde bate-me a solidão no peito
Amor, ausente chega a ferir meu inconsiente.
A sensação invade meu coração.
Olhando para, cima do céu, chego a pensar:
Será este meu destino! Ficar sempre a te esperar?
Olhando, então o sol poente, pésso socorro ao vento.
Para trazer voçê, presente.
Sem, perceber dá um suspiro aliviado!
Para, que este sol se vá.
E, com isto a lua, chegar.
E, o mistério da vida, me guiar.
Para, onde tú está.
Pois, a lua é tão linda, e misteriosa!
E, quem sabe com o teu brilho, radiante e caloroso.
Reflita néla em meus olhos.
Teu lindo rosto.

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

A VIDA É SIM BÉLA


A VIDA É SIM BÉLA


Tendo muito a lhes, mostrar!
Desta vida, tão béla!
Vida, que nósso, Deus consedeu.
Para, desfilarmos como se fosse, uma passarela.
Que, quando amamos nos sentimos como se fosse uma cinderela ou quem sabe uma linda cena de novela, mas quando
Não a desejada.
No, caminho a de trilhar espinhos.
Mas, ao decair da manhã.
Deus há, de te mostrar-te novamente.
Com, pétalas de rosas e muito carinho.

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

ETERNA PAIXÃO


ETERNA PAIXÃO

Onde que tu estejas
Onde quer que tu vás
Com a força de minha paixão sempre irei te encontrar
Você é tudo de bom que a vida me traz
Teu olhar sinto por todo lugar
Agradeço a Deus por ti encontrar
E meus caminhos iluminar
tu sempre será minha motivação para meus dias alegrar
E meus sonhos contigo realizar
Não adianta sumir
Tente assumir, pois mesmo que não estejas presente ao meu lado
Tua aura estava sempre ao meu passado
O calor de tua pele sinto na quentura do sol
Teu perfume numa flor
Teus beijos numa suave brisa
E teu olhar nessa lua linda.

DESEJO DA PAIXÃO


DESEJO DA PAIXÃO


Estando, eu triste a caminhar.
E, a voçê pensar!
Em direção do céu a olhar
Imaginando, que noite gostosa e calorosa.
Se, pudesse eu neste momento, ter meu amor presente.
Nem que fosse, só pra dar, uma prósa.
Ah, já faz tanto tempo, que não o vejo.
Já, estou morrendo, de desejo!
Sim, de ter minha paixão, só pra mim.
Não, quéro mais que o mundo, o tire de perto de mim.
Clamando em pensamentos por ti
De repente, olho, em direção ao céu.
E, vejo uma estrela cadente.
Como, se fosse um, relânpago de pensamentos.
Em minha mente
Antes, que éla caia, fasso um pedido:
Neste, instante o mundo, ao meu redor se cala.
Estrela, trás minha, paixão aqui agora.
Mas, sem demora.

ANJO CONSOLADOR


ANJO CONSOLADOR


Desceu do céu um anjo
Vindo ao meu encontro, me disse:
Por-que chora?
Respondi:
Não choro, estas lagrima, que veres, são apenas marcas.
Que, a saudade deixou!
A tristeza pintou!
E, o amor resgatou!
Tudo isto porque sinto uma louca paixão
Por um ser que esta sendo minha grande, inspiração.

FOGO DA PAIXÃO


FOGO DA PAIXÃO

O sol que arde, em minha.
Chega a infiltrar, em meus póros.
Sabendo, que na verdade.
Esse calor imenso, não se compara.
Ao calor que brotou, em minha alma.
Que nem o vento poderá apagar.
E nem a morte, levar.

DIREITO DE AMAR


DIREITO DE AMAR


Sinto te tão perto
Mesmo estando longe!
Sentindo tua presença, a cada instante.
Em toda parte, de meu corpo.
Meu coração, chega a doer.
Quando sinto minha paixão, perto porem longe.
Tendo a nítida serteza, que há muito tempo, já te esperava.
E jamais havia, te encontrado.
Pésso a Deus, que jamais te leve.
Vendo que é impossivel, este pedido?
Sinto então umas lágrimas fria, que me fez lembrar.
Do teu olhar, iluminado!
Então olho, em minhas mãos.
Vendo que nelas, os traços são iguais aos teus.
Sem perceber, dou um suspiro aliviado.
Tendo a sensação
De que se um dia, não mais te ver.
Jamais tera coragem de me dizer
Adeus.

aflição de um apaixonado


AFLIÇÃO DE UM APAIXONADO


No, calor da noite, sinto um profundo, arrepio.
Querendo, te beijar!
Te, abraçar!
E, te acariciar!
Sabendo, eu que este desejo, jamais poderá se concretizar.
Pois, o tempo veio em minha, frente e colocou, alguém em meu lugar.
Então, desce uma lágrima, de meu rosto.
E, pésso, ao vento me levar, onde t
ú estas.
E com isto, o destino jamais nos, separar
.

RAZÃO DE VIVER


RAZÃO DE VIVER

Tudo eu penso, às vezes consigo.
Conseguir por que?
Ultrapassando, as barreiras do destino.
Olhando, um alguém que, me faz lembrar você.
Lembrar você por que?
Por que você é a pessoa, que o destino me concedeu.
Sendo então, para sempre.
A razão de meu viver.

Páginas

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
são josé campos, são paulo, Brazil
gosto de escrever mensagens poética, joseence cordenadora e atual membro aspirante academia letras valeparaibana avila taubaté
Ocorreu um erro neste gadget